Direito previdenciário dos militares é defendido por Alberto Neto na Câmara Federal

Em reunião realizada na tarde desta terça-feira (3), na Comissão de Proteção da Presidência dos Militares, na Câmara dos Deputados, o deputado federal Capitão Alberto Neto (PRB-AM) defendeu o direito dos praças de receberem salário proporcional, semelhante aos oficiais.

“Nós precisamos sim de uma reestruturação na carreira, mas o projeto tem falhas que precisam ser corrigidas. O sargento não quer ganhar o mesmo que os oficiais, existe hierarquia, o que nós queremos é a mesma porcentagem. A mesma porcentagem que dá para o sargento, dá para o general e vai ser proporcional ao salário de cada um”, defendeu.

O parlamentar amazonense que já foi sargento da aeronáutica defende a equidade entre os militares para fins de aposentadoria e aumentos para a categoria. Alberto acredita que dessa forma os militares das Forças Armadas, sem distinção de patente, estarão mais ativos e mais preparados para exercerem suas atividades.

Anúncios

Deixe uma resposta