Rede de Proteção a Crianças e Adolescentes somam forças para a criação de ‘Centro Integrado’

O Presidente da Comissão de Promoção e Defesa dos Direitos das Crianças, Adolescentes e Jovens da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALEAM), deputado estadual Álvaro Campelo (PP), reuniu na tarde desta sexta-feira (5) no auditório Cônego Azevedo na Aleam, com representantes de órgãos que fazem parte da Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente no Amazonas para tratar sobre a proposta de criação do primeiro Centro Integrado de Apoio à Criança e Adolescente (CICA) na capital amazonense.

A reunião contou com a participação da Dra. Rebeca Mendonça, titular do Juizado da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM), a delegada Joyce Coelho, titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), procuradora do Ministério Público do Trabalho (MPT) e coordenadora regional da Coordenadoria Nacional de Combate à exploração do trabalho da criança e do adolescente, Alzira Melo, seguindo com a presença do Mário Filho, Defensor Público entre outros representantes de órgãos públicos da Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente do Estado do Amazonas.

Segundo a procuradora do MPT, Alzira Melo, a reunião com entes públicos e organizações que defendem a causa é essencial para consolidar o projeto. “Nosso objetivo é concentrar o atendimento às vítimas, que não terão que reviver seus dramas em diversos depoimentos. Poderemos diminuir o trauma, essas vítimas não terão que recontar em diversos órgãos as violências sofridas. Essa iniciativa torna eficaz a rede de proteção das nossas crianças”, disse Melo.

Com a criação do CICA, as vítimas e suas famílias terão à sua disposição um único espaço físico, onde haverá apoio direto do Judiciário, Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM), Defensoria Pública do Estado (DPE-AM), Delegacia Especializada de Proteção à Criança e Adolescente (DEAPCA), Secretaria de Estado da Saúde do Amazonas (SUSAM), Instituto Médico Legal (IML), Conselho Tutelar e a Comissão de Promoção e Defesa dos Direitos das Crianças, Adolescentes e Jovens da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALEAM).

A proposta contribuirá de forma efetiva aos projetos que reforçam a rede de proteção à criança e ao adolescente. “Já protocolei junto a Mesa Diretora da ALEAM, uma indicação ao Governo do Estado para a criação desse espaço, no sentido que seja incluída como uma política de governo, trazendo mais suporte ao projeto. Vamos ter uma outra reunião no próximo dia 17 de abril, para discutir detalhes e consolidar a iniciativa para logo, tornar realidade esse sonho tão esperado,” finaliza Campelo.

Anúncios