Investigado pela PF, ex-assessor de Flávio Bolsonaro aparece dançando em hospital

Um vídeo que viralizou nas redes sociais neste sábado (12) mostra Fabrício Queiroz, ex-assessor e motorista do deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL), dançando no hospital Albert Einstein, enquanto toma soro.

As imagens mostram Queiroz e mais duas mulheres. Uma delas seria sua filha, que grava diz: “Agora é vídeo, pai! Pega teu amigo, pega teu amigo!”.

Queiroz apareceu em uma lista do Conselho de Acompanhamento e Controle de Atividades Financeiras (Coaf), que indica movimentações bancárias atípicas. Segundo o órgão, Queiroz movimentou 1,2 milhão de reais entre janeiro de 2016 e de 2017 e recebeu depósitos de assessores de Flávio Bolsonaro.

Ao tomar conhecimento do acontecido, Queiroz gravou um vídeo em que se diz “revoltado” com a divulgação das imagens.

O ex-assessor de Flávio Bolsonaro afirmou que comemorava o réveillon com a família quando as imagens foram gravadas.

“Foram cinco segundos que quis dar de alegria a uma tristeza que tomava conta dentro da enfermaria em que eu me encontrava”, explicou.

“Estão dizendo que esse vídeo eu estava comemorando o não comparecimento meu ao Ministério Público. É muita maldade. É muita maldade.”

Ele diz que ainda está no pós-operatório e em tratamento médico.

“Eu fui submetido a uma cirurgia no dia 1º. Graças a Deus o tumor foi eliminado. Tão logo acabe tudo isso eu estarei pronto para esclarecer qualquer dúvida ao Ministério Público.”

Anúncios