Nível dos rios Negro, Solimões e Madeira sobe e ultrapassa cota

Manaus/AM – Dados hidrometeorológicos apontam um aumento significativo no nível dos rios Negro, Solimões e Madeira no ano de 2019. De acordo com boletins divulgados pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), entre os dias 1º e 7, os níveis dos rios apresentaram crescimento, ultrapassando a cota do mesmo período em 2018.

Em Manaus, o rio Negro subiu 49 centímetros e está 206 cm acima em comparação ao mesmo período do ano passado. Em Manacapuru, o rio Solimões teve crescimento de 41 cm e está 190 cm acima do nível registrado em 2018. Já o rio Madeira, em Humaitá, subiu 20 cm e está 149 cm acima em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com o assessor de Recursos Hídricos da Sema, José Carlos Monteiro de Souza, as cotas dos rios neste mês estão acima das curvas de permanência de 5% diário. “Isto é motivado pelo aumento das chuvas nas calhas dos rios Purus, Madeira, Juruá e Negro, que estão com nível das águas considerados altos para o período, mas ainda não é possível afirmar se teremos uma grande cheia neste ano. Continuaremos analisando os dados pelos próximos meses”, disse.

Os boletins hidrometeorológicos são elaborados diariamente pela Sala de Situação da Sema, por meio das Plataformas de Coletas de Dados (PCD), localizadas nas principais calhas dos rios. O Serviço de Monitoramento Hidrológico (SMH) é feito por nove das 22 estações telemétricas instaladas nos municípios de Manaus, Tabatinga, Manacapuru, Itacoatiara, Tefé, Humaitá, Lábrea, São Gabriel da Cachoeira e Eirunepé, coordenadas pela secretaria. As unidades transmitem para a Sala de Situação do órgão, via satélite, dados como nível, vazão e precipitação, que podem ser consultados, também, no site da Agência Nacional de Águas (ANA).

Anúncios