Vereador quer acabar com taxas em provas de segunda chamada nas universidades de Manaus

Manaus/AM – A cobrança de taxas para aplicação de provas de segunda chamada nas provas realizadas por instituições privadas de ensino em Manaus pode estar com os dias contados. A iniciativa do projeto de lei que ampara os estudantes é do vereador David Reis (PV) que classifica como abusivas as taxas cobradas pelas universidades.

Conforme o Projeto de Lei nº 117/2017, de autoria do vereador, aprovado no plenário da Câmara Municipal de Manaus (CMM) na última segunda-feira (10), a medida servirá para estudantes que por algum motivo justificável impossibilitou sua presença na instituição, como emergências médicas devidamente amparada por atestado, greve de ônibus, morte de familiares entre outros empecilhos.

De acordo com David, em alguns casos a cobrança chega quase à metade do valor da mensalidade; “terá direito à isenção da taxa cobrada para a segunda chamada justamente o acadêmico que apresentar e comprovar motivo justo”, disse.

“Queremos corrigir uma injustiça do próprio sistema educacional, principalmente com os estudantes de baixa renda, por conta de situações que eles não criaram. Muitos precisam se dividir entre o estudo e o trabalho para alcançar a formação, mas são forçados a pagar as taxas, mesmo apresentando uma justificativa viável, como o atestado médico”, concluiu David Reis.

Anúncios