Pepsi sai de manaus após decreto de Temer

Manaus/AM – A Pepsi-Cola, uma das maiores empresas no ramo de bebidas do Brasil, decidiu fechar sua unidade na capital amazonense e deixar o Polo Industrial de Manaus. A empresa fecha as portas após quase 20 anos de funcionamento. O encerramento das atividades foi confirmado em nota enviada pela empresa no fim de semana.

Mais de 50 funcionários foram desligados do quadro. Segundo a Federação das Indústrias do Estado do Amazonas, o motivo do encerramento das atividades da empresa não foi divulgado, mas acredita-se que a saída seja reflexo direto de um decreto assinado pelo presidente Michel Temer em maio deste ano que diminue os incentivos fiscais por parte do Governo.

O decreto assinado pelo presidente reduz a porcentagem atual de 20% para 4%. A medida teria desagradado empresas que só se estabeleceram no Polo Industrial por conta dos incentivos e uma saída em efeito cascata já era esperado por muitos especialistas.

A Pepsi foi a primeira a “pular fora”, mas economistas garantem que se nada for feito a tendência é que as grandes indústrias pertencentes ao Polo migrem para outras parte do País que sejam mais estratégicas e bem mais localizadas que a Zona Franca.

Com o fechamento da fábrica, 51 funcionários foram desligados da empresa. Ainda de acordo com o comunicado, todo o grupo receberá pacote de indenização.

Confira o comunicado da Pepsico na íntegra:

Tomamos a difícil decisão de fechar nossa unidade de fabricação de concentrados em Manaus (AM), com o objetivo de administrar eficientemente nossas operações em todo o Brasil e posicionar a empresa para um crescimento de longo prazo. Esta decisão não afeta outras operações da PepsiCo no país.

Reconhecemos os impactos pessoais de decisões como esta. Estamos comprometidos a tratar nossos funcionários afetados com dignidade, respeito e apoio, e estamos oferecendo um pacote de indenização competitivo, além do suporte a recolocação.

A PepsiCo está presente no Brasil há 65 anos, e nesse período desenvolvemos uma estreita parceria com os clientes, demonstramos respeito aos consumidores, traçamos uma trajetória de sucesso com nossos funcionários e investimos nas comunidades onde atuamos. Continuaremos comprometidos com o Brasil, assim como estivemos durante nossa longa presença no país.

Anúncios